logo
Duis autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat.
BRASÍLIA,  SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO
 

5 coisas que você precisa saber sobre SEO

Se você busca estar sempre alinhado com as práticas mais recentes de marketing digital, já deve ter esbarrado no termo SEO (Search Engine Optimization), famoso por empacotar em um único conjunto uma série de estratégias importantes para contribuir com o desempenho do seu site nos mecanismos de pesquisa. A sigla, inclusive, significa, em tradução livre, Otimização para Mecanismos de Busca; Para esclarecer as dúvidas sobre SEO, separamos 5 coisas que você precisa saber antes de colocar as estratégias em prática. Confira:

1- Palavras-chave não são tudo.
Embora sejam parte importante do processo de desenvolvimento de conteúdo voltado para SEO, as palavras-chave são superestimadas. Elas são fundamentais, mas não mais do que estratégias como hiperlinks, design, entre tantas outras que podem fazer a diferença na hora de aparecer no Google.

2- SEO na raiz.
Em alguns casos, é possível manipular os códigos-fonte dos sites para alcançar resultados em SEO. Embora seja uma técnica questionável, era assim que se fazia SEO, quando começou a se pensar em estratégias do tipo. O processo era aparentemente simples: copia-se o código-fonte de sites bem classificados e pronto. Obviamente não há garantias de que isso funcione atualmente, já que os mecanismos podem reconhecer relevância contextual, além de considerarem outros fatores.

3- Não copie, nunca!
Além de ser crime para muitos conteúdos – exceto nos casos em que o autor libera expressamente a replicação com créditos -, copiar pode prejudicar muito seu site; isso acontece porque ferramentas de indexação do Google, por exemplo, podem identificar plágio e prejudicar fortemente o ranqueamento do seu site.

4- Seja flexível.
Com os smartphones consumindo boa parte da fatia de acessos à internet, você deve ter pensado em preparar um site voltado para essa plataforma. A verdade é que um motivo ainda mais forte do que o conforto do seu usuário ao acessar o seu site, é o fato de ferramentas como o Google, darem preferência aos ditos sites responsivos, ou seja, sites que se adaptam ao tamanho da tela que está sendo usada para acessá-lo. O trabalho de desenvolvimento da G3 disponibiliza diversas opções de layouts responsivos, por exemplo. Você pode pedir uma cotação aqui.

5- Tenha uma página light.
Para o Google, a prioridade é clara: sites mais leves vêm na frente. Isso porque uma das coisas que os sistemas de pesquisa querem é entregar sites relevantes, mas com usabilidade avançada para o usuário. Desta forma, todos saem satisfeitos.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais e comente aqui mais curiosidades sobre SEO.


Comente esse Post na G3