logo
Duis autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat.
BRASÍLIA,  SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO
 

A queda do império das curtidas

Muitos usuários do Instagram perceberam o sumiço repentino dos likes das contas mais seguidas da plataforma. Isso impactou alguns países onde o aplicativo está ativo e levantou alguns questionamentos sobre o que teria motivado a plataforma, que também é administrada pelo Facebook, a remover o principal dado sinalizador de impacto de uma publicação.

Para compreender melhor esse movimento, é preciso ter em mente duas coisas: as curtidas continuam sendo uma ferramenta ativa de análise e desempenho de publicações, e elas não foram completamente removidas da plataforma; a partir de agora, apenas o dono da publicação poderá visualizar esses números.

A partir destas informações, você deve estar se perguntando qual é a relevância de ocultar um dado tão importante para quem trabalha com o Instagram, certo? E o time de desenvolvedores do aplicativo tem uma excelente justificativa. Para eles, há um desejo interno de “que os seguidores se concentrem mais nas fotos e vídeos que são compartilhados, do que na quantidade de curtidas que recebem”. Na prática, a atualização vem como uma resposta ao crescente problema de competitividade orgânica dentro da plataforma, que gerou diversas críticas sobre o bem-estar dos usuários e a saúde mental, transferindo o foco para as histórias que podem ser contadas por meio da rede social.

Se você ainda trabalha com o Instagram, pode ficar tranquilo pois as métricas ainda estarão visíveis para você, mas os números não serão mais exibidos para os seus seguidores. O que você achou da atualização? Deixe seu comentário aqui e compartilhe o conteúdo nas redes sociais!


Comente esse Post na G3