logo
Duis autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat.
BRASÍLIA,  SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO
 

A publicidade tem espaço no streaming?

Com o crescimento vertiginoso do mercado de streaming, ou seja, transmissões de séries, vídeos, filmes e programas de tv e podcasts pela internet, é natural o interesse do mercado para capitalizar também essa nova mídia, que vem chamando a atenção inclusive de segmentos como televisão e rádio. Nesse contexto de avanço das plataformas de transmissão simultânea on-line e a implementação de conexões mais avançadas com a internet nos leva a um novo questionamento: como a publicidade pode tirar proveito deste novo cenário?
Separamos algumas das principais formas de viabilizar mídia em plataformas de streaming como Netflix e Spotify. Veja:

1- Inserções
Já tradicional da versão paga do Spotify, ainda não é uma realidade na Netflix; o modelo de inserções pode ser o melhor custo-benefício, já que melhora o preço do serviço para o consumidor, amplia a margem da programadora e traz mais uma possibilidade de impactar o público da marca. No streaming, contudo, esse tipo de publicidade poderia ser direcionada, aparecendo somente para um público-alvo bem específico – isso já acontece com bastante eficiência no YouTube, plataforma de vídeos do Google que integra os serviços de publicidade da maior empresa de mídia do planeta.

2- Transmissões patrocinadas
Sim, páginas no Facebook ou Instagram podem hospedar o straming e essa ferramenta tem sido cada vez mais utilizadas para promover
uma nova modalidade de marketing digital: as lives. Com elas, a marca consegue promover dentro das redes sociais campanhas ao vivo e,
embora a produção desse tipo de conteúdo seja mais complexa, tem servido como isca para as campanhas das grandes empresas.

3- Direcionamento geográfico
A evolução das landing pages são os GC’s clicáveis ao longo do conteúdo. Essa modalidade é bem funcional no YouTube, pioneiro, mas já é estudada por plataformas do Grupo Globo e de outros serviços de streaming. A vantagem é que ela é menos invasiva, promovendo a mensagem sem impedir a visualização do conteúdo.

Gostou do conteúdo? Então não deixe ele morrer. Comente e compartilhe nas suas redes sociais!


Comente esse Post na G3