logo
Duis autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat.
BRASÍLIA,  SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO
 

Iniciando uma marca? Saiba quais são os primeiros passos

Num mundo cada vez mais competitivo e com um mercado de trabalho cada vez mais espremido, muitos brasileiros já perceberam que o empreendedorismo é uma realidade concreta e que, a partir dele, muitos têm investido pesado, principalmente em prestação de serviço.

Esse número é ainda maior entre os jovens da geração millennials, que experimentaram profundas crises no âmbito trabalhista e mudanças expressivas com o avanço tecnológico substituindo postos de trabalho. De acordo com o mais recente relatório GEM do Sebrae, são cerca de 15 milhões de jovens entre 18 e 34 anos empreendendo, o que significa uma fatia de 57%, 7% a mais do que no ano de 2016. Obviamente, não basta criar uma empresa que atenda a uma necessidade; é preciso estabelecer uma marca, uma identidade forte que permita ser lembrada na ocasião em que a necessidade surgir.
Para os mais novos, isso pode ser mais prático e, embora os jovens estejam dominando o mercado empreendedor, não há restrição de idade para quem quer oferecer soluções para as necessidades que a sociedade tem. Por isso, decidimos que era hora de te ajudar selecionando os cinco primeiros passos que você precisa dar na hora de criar uma marca de sucesso. Confira abaixo:

1- Compreender o que é uma marca é fundamental.
Para dar o devido valor a sua marca, você precisa saber do que se trata. Uma marca é muito mais do que um bom nome e uma logo; ela se desdobra em uma personalidade para a sua empresa, sendo responsável por nortear o comportamento da mesma diante de setores como atendimento e social media. A linguagem com que seu material contará e, principalmente, como a empresa se comportará diante do serviço que se propõe prestar.

2- Toda empresa precisa de um nome.
Escolher um nome para a sua empresa pode ser uma das etapas mais complexas, isso porque quando se pensa em um nome para uma marca, ele precisa contemplar claramente sua função dentro de seu público. Uma marca de cerveja voltada para um público mais popular, precisa de um nome ‘descolado’, enquanto uma marca mais sofisticada, precisa de um nome que responda a isso.

3- Personalidade é a alma do negócio.
Um bom diretor de arte, algumas inspirações e boom! Você consegue imaginar uma empresa sem cores ou personalidade? Pense em uma rede famosa de fast food; o que veio imediatamente à sua mente? É disso que estamos falando; personalidade compreende não somente a linguagem que a empresa usará para alcançar seu público alvo, mas as cores que farão parte da composição de sua marca.

4- A primeira impressão é a que fica.
Agora que você já conhece os passos anteriores, é hora de alinhar com todos os profissionais envolvidos no seu empreendimento cada detalhe dessa marca. Desta forma, você consegue estabelecer um padrão de qualidade em todos os materiais que forem produzido pela empresa.

5- A marca precisa aparecer.
Depois de criar uma marca forte que alinhe com a sua empresa, abuse dela em TODOS os seus materiais, gráficos ou digitais. Desta forma, você conseguirá associar de forma mais eficaz a sua identidade e o serviço que você presta.

Esse não é um trabalho fácil, a gente sabe. É por isso que você pode contar com a G3 na hora de construir uma comunicação verdadeiramente 360 para a sua empresa. Solicite uma reunião clicando aqui e conquiste os resultados que você deseja para a sua marca!
Se você gostou do conteúdo, não deixe ele morrer! Comente aqui no blog e compartilhe nas redes sociais.


Comente esse Post na G3